Missão, visão e valores da PRIMEIRA IGREJA BATISTA EM PENDOTIBA.

Nosso propósito é levar pessoas a um relacionamento intenso com Deus, amar e servir ao próximo, e fazer Jesus conhecido de todos os povos, no poder do Espírito Santo. Queremos ser uma igreja que cresce em direção a Deus, num compromisso sério com Ele, buscando conhecê-Lo na sua intimidade, poder, graça e em sua força.

Todos ministérios estão pautado na Palavra de Deus, na exposição bíblica, numa visão de mobilização de todo povo de Deus, à intercessão e ao discipulado.

O segundo aspecto desta visão é um crescimento para fora, no sentido de ser uma igreja contextualizada, que faz diferença na comunidade e que penetra em todos os campos da sociedade, deixando a marca do sal e da luz do Senhor Jesus. Por isso queremos fazer Jesus conhecido de todos os povos, de todas as pessoas e queremos servir ao nosso semelhante demonstrando o poder e o amor do Senhor Jesus de modo prático.

O terceiro aspecto desta visão é quando nós olhamos pra dentro, e ao mesmo tempo que queremos ser essa igreja que tem uma intensa busca espiritual e uma missão muito forte dentro do coração de cada membro, desejamos ser também uma igreja comunidade, uma igreja família, uma igreja que olha uns para os outros, e que se relaciona com intensidade e amor. Queremos ser a Igreja que o dia mais importante SEJA O HOJE; a pessoa mais importante SEJA AQUELA QUE ESTIVER AO NOSSO LADO; e a tarefa mais importante, FAZER ESTA PESSOA FELIZ.

História da PIB em Pendotiba

Em 1947 a congregação começou na casa do irmão Claudionor localizada na Ponte Velha e a partir deste momento a Igreja só veio a prosperar. Para organizar a congregação foi destinado o Pastor Manoel Avelino de Souza, este tinha um filho que estava no término do seu seminário, chamado Samuel de Souza, que cursava teologia. Pela necessidade de um espaço maior e mais organizado devido ao crescimento da congregação, esta passou para a “Esquina da Confusão” mais precisamente na Travessa São Luiz, neste tempo o filho do Pastor Manoel de Souza já havia terminado o seminário.

Por ser uma congregação da PIB em Niterói, ele veio se juntar ao seu pai e aos diáconos que estavam à frente do trabalho.

Foi organizada uma Assembleia e grandes decisões foram tomadas por possuir 71 membros (segundo a Ata), número suficiente para que ela pudesse ser mantida e se tornar a PRIMEIRA IGREJA BATISTA EM PENDOTIBA, o Diácono Augustinho Souza fez a proposta para que o filho do Pastor Manoel Avelino, o então Pastor Samuel de Souza viesse pastorear a Igreja. Já era notório o crescimento da Igreja e perceptível à presença de jovens e adolescentes.

Na congregação já havia um coro liderado pelo irmão e maestro Jarbas, auxiliado pelo irmão Altino de Souza (irmão de nossa irmã Magdalena). Tinha também quarteto e outros conjuntos, ou seja, mesmo naquela época o Ministério de Música era bem estruturado.

Tanto o Ministério Pastoral quanto o de Diáconos era formado por homens unidos e de visão. Devido as andanças evangelísticas, encontraram um terreno à venda, eles viram que apesar do difícil acesso por uma estrada de chão, localizado quase à beira de um pântano, um lamaçal onde se ouvia o canto dos sapos e se via muitas rãs, se parecia mais com um brejo de extensão até a outra rua, mas apesar disto eles puderam ver que era o lugar perfeito para a Igreja se estabelecer.

Então eles puseram os seus pés neste terreno e, o Pastor, como homem empreendedor apesar das dificuldades, da pobreza e tudo mais, realizou a compra do terreno. A pedra fundamental foi lançada e as paredes erguidas. Neste dia o Pastor Manoel Avelino pregou e foi impactante. Este referido terreno é onde se encontra o nosso templo.

O Concílio organizador da nossa Igreja, foi em 21 de outubro de 1950, constituído pelos pastores: Manuel Avelino de Souza, que ficou 40 anos como Pastor da PIB de Niterói, Waldemar Zarro, também 40 anos na PIB de São Gonçalo, Osmar Soares, mais de 20 anos na Igreja Batista do Fonseca, Samuel de Souza, 49 anos de Ministério na PIB em Pendotiba e PIB do Ingá, respectivamente e João Francisco de Figueiredo, além deles, também os diáconos Fortunato dos Santos, Antão Câmara, Ozório Cunha, Cláudio Miranda e Ambrosino Ribeiro de Mendonça. Com 57 membros fundadores.

O pastor Samuel pastoreou a igreja por 15 anos e percebeu que chegara o momento direcionado por Deus de pastorear uma nova Igreja, ele era um dos coordenadores do Colégio Batista de Niterói, onde é hoje a sede da Convenção Batista Fluminense, no Ingá.

No Colégio Batista era organizado culto em uma das salas de aula e esses cultos vinham crescendo a medida de sua realização e viu-se a necessidade do culto se tornar uma Igreja, o Pastor Samuel sentiu a ordem do Senhor de formar a PRIMEIRA IGREJA BATISTA DO INGÁ, onde passou a pastorear.

Em 1956 foi lançada a pedra fundamental do 1º templo. Após 15 anos de ministério o Pastor Samuel organizou a 1ª Igreja Batista do Ingá e assumiu aqui o Pastor Argemiro Dutra durante 08 anos nos quais foi organizada a 2ª Igreja Batista de Pendotiba. Em 1973 a Igreja tem um novo pastor, Ageu Ferraz Ribeiro que ficou 03 anos. Após o Ministério interino de Paulo Sias, assessorado pelo Dr. Moisés França, assume o ministério o Pastor Jorge Pereira de Oliveira, no dia 30 de Julho de 1977, vindo de Londrina, Paraná e permaneceu por 24 anos, no seu ministério foi organizada a Igreja Batista do Sapê e construiu o atual templo.

Com a saída do Pastor Jorge, hoje pastor da Terceira Idade, na PIB em Araruama, veio pastorear interinamente o Pastor Diné René Lota, pastor titular na época da Igreja Batista do Fonseca (e hoje é missionário no Canadá). Ele ministrava as ceias, as pregações de domingo e conduziu o segundo momento na escolha do Pastor Milton de Castro Pereira Filho, que é o atual pastor desde o dia 04 de janeiro de 2003. Durante estes anos, a PIB em Pendotiba possuiu 07 pastores.